O Exílio do Último Liberal

 

Londres 1832 – Lisboa 1834

 

Num ambiente marcado pela Revolução Industrial inglesa e pela Guerra Civil portuguesa, move-se um jovem exilado português que arrasta consigo, pelos becos mal-afamados da capital britânica, um terrível segredo relativo ao seu passado. Tentando sobreviver entre os odiados ladrões de cadáveres, Salvador vê-se subitamente envolvido numa intriga macabra que ameaça aqueles que ele ama e que coloca em perigo todos os seus ideais.

 

 

"Prepare-se, portanto, o leitor para ler um bom romance histórico clássico."

Miguel Real, in Jornal de Letras, agosto de 2012

  • LinkedIn
  • Facebook
  • Instagram
  • Twitter